Centro de

Investigaciones y

Publicaciones 

Farmacéuticas

 

       
 

Evaluación de formas de documentación para atención farmacéutica a pacientes con asma

 

Assessing documentation forms for patients with asthma

Avaliação de formas de documentação para cuidados farmacêuticos a doentes com asma
Seguimiento Farmacoterapéutico 2004; 2(3): 153-171
Filipa A COSTA, J W Foppe VAN MIL, Catherine A. DUGGAN, Pedro L. MATA, Margarida CARAMONA.
Resumen

Antecedentes: Para hacer un mejor uso de los recursos disponibles, se están revisando los papeles de los profesionales de la salud en la atención de pacientes. La provisión de atención farmacéutica necesita de un buen sistema de documentación. Existe un amplio abanico de materiales para documentar el estado de salud de los pacientes y las intervenciones de los profesionales.
Objetivos: Este artículo describe un estudio piloto realizado para probar la usabilidad de algunos materiales para la farmacia práctica y la utilidad de sus resultados.
Métodos: Se usó una serie de casos diseñada para recoger datos transversalmente. A través de farmacias comunitarias, se reclutó a usuarios normales con medicación antiasmática. Para que probaran con los pacientes, se dio a los farmacéuticos un juego de 8 diferentes materiales, que incluía medidor de peak-flow, cuestionarios, etc. Se evaluó la opinión de cada farmacéutico sobre la usabilidad de la herramienta, midiéndola en una escala de 5 puntos en términos de utilidad, simplicidad, repercusiones en la carga de trabajo, y generalidades.
Resultados: Dos herramientas probadas podrían utilizarse en esas farmacias: el prospecto de información (4,9) y el medidor de peak-flow (4,3); esta última, solo si hay entrenamiento apropiado. Las peores puntuaciones globales correspondieron a a herramienta diagnóstica, conocimiento y cuestionarios de calidad de vida (3,0).
Conclusiones: Se necesitan algunas precauciones para interpretar estos resultados debido a la no aleatorización de la muestra. Sin embargo, al ser un estudio de viabilidad, puede ser útil para explorar los aspectos de un grupo reducido antes de posteriores desarrollos. Los farmacéuticos indicaron que su carga de trabajo aumentó por esta documentación, lo que podría minimizarse incorporando las herramientas en el software. Es necesario perfeccionar algunos de los instrumentos probados, especialmente la clasificación de problemas relacionados con medicamentos.

 

Palabras clave: Documentación. Atención Farmacéutica. Aplicabilidad de materiales. Asma.
Abstract
Background: The roles of health care professionals in patient care are being reviewed to make the best use of available resources. The delivery of pharmaceutical care requires a good documentation system. A wide range of materials exists to document patients’ status and health care professionals’ interventions.
Objectives: This paper describes a pilot study carried out aiming to test the usability of some materials for pharmacy practice, and to assess the usability of its results.
Methods: A case series design was used to collecting data cross-sectionally. Regular pharmacy users prescribed with asthma medication were recruited through community pharmacies. A set of 8 different materials, including peak-flow meters, questionnaires, etc. were given to pharmacists to test their patients. Assessment of pharmacist’s opinion about each tool’s usability was performed, being evaluated on a 5-point scale in terms of utility, simplicity, implication in workload and overall.
Results: Two tools tested could be provided to these pharmacies: the information leaflet (4.9) and the peak flow meters (4.3); the latter only if under appropriate guidance. Worst global scores obtained correspond to the diagnostic tool, knowledge and quality of life questionnaire (3.0).
Conclusions: Some precaution is needed interpreting such results due to non-random selection of sample. However being a feasibility study it may be useful to explore insights from a restricted group before further developments. Pharmacists indicated that their workload increased because of this documentation, which could be minimised incorporating tools into the software. There is room for improvement, especially for the DRP classification.

Keywords: Documentation. Pharmaceutical care. Usability of materials. Asthma.
Resumo
Introdução: A função dos profissionais de saúde na prestação de cuidados ao doente tem sido reavaliada por forma a tirar o melhor partido dos recursos disponíveis. A cedência de cuidados farmacêuticos é neste momento uma das prioridades em Portugal, a qual requer um bom sistema de documentação. Existindo uma vasta gama de materiais disponíveis tanto para monitorizar o estado de saúde do doente como para documentar as intervenções dos profissionais de saúde, torna-se importante conhecer a sua aplicabilidade prática.
Objectivos: Este artigo descreve um estudo piloto desenvolvido com o objectivo de testar a aplicabilidade de alguns materiais de suporte à documentação de cuidados farmacêuticos para asmáticos, na farmácia comunitária Portuguesa.
Métodos: Utilizou-se uma série de casos para recolher os dados transversalmente. Utentes habituais prescritos com medicação para a asma foram recrutados através de uma amostra de farmácias comunitárias. Um conjunto de 8 diferentes materiais, incluindo “peak-flow meters”, questionários, etc. foram dados aos farmacêuticos para serem testados nos seus doentes. A opinião dos farmacêuticos sobre cada um dos instrumentos foi avaliada em termos de utilidade, simplicidade, implicação na carga de trabalho e globalmente, todas elas pontuadas através de uma escala de Likert de 5 pontos.
Resultados: Dois dos instrumentos testados poderiam ser disponibilizados nas farmácias comunitárias: os folhetos informativos para o doente (4.9) e os “peak flow meters” (4.3); este último com o devido apoio do farmacêutico. Os piores valores globais foram atribuídos aos questionários para confirmação do diagnóstico, avaliação da qualidade de vida e do nível de conhecimentos do doente ( =3.0).
Conclusões: É necessária alguma precaução na interpretação destes resultados, dada a dimensão da amostra e o modo como foi seleccionada. Tratando-se, no entanto, de um estudo de exequibilidade, é extremamente importante explorar as perspectivas de um grupo restrito de farmacêuticos antes de propôr qualquer alteração à sua prática usual. Os farmacêuticos indicaram que a sua carga de trabalho aumentou devido à documentação que lhes foi proposta, facto este que poderia ser aleviado através da incorporação da mesma no sistema informático. É ainda necessário aperfeiçoar alguns dos instrumentos testados, particularmente no que respeita à classificação de problemas relacionados com medicamentos (PRM).
Palabras chave: Documentação; Cuidados farmacêuticos. Aplicabilidade de materiais. Ambulatório em Portugal; Doentes com asma
 
 
 

 

© CIPF (Centro de investigaciones y Publicaciones Farmacéuticas)